Blog

Home  /  Dicas   /  Tradutor Econômico Sooner – Parte 2

Tradutor Econômico Sooner – Parte 2

Economês é um termo utilizado desde a década de 1960 para descrever as expressões e palavras técnicas – mais conhecidos como jargões – utilizados por economistas e profissionais dos mercados financeiros como se fosse um idioma próprio.

Como qualquer outra linguagem técnica, o economês possui suas particularidades e pode parecer extremamente complicado para quem não está familiarizado.

Mas, com o crescimento do interesse geral em assuntos relacionados à administração de orçamentos pessoais e familiares, esses termos parecem estar cada vez mais próximos de todos. [Não é verdade?]

É por isso que nós estamos aqui! [A Sooner é feita por profissionais especializados em investimentos e quer te ajudar a compreender melhor essa linguagem, desconstruindo assuntos do ecossistema econômico para que você tenha mais instrumentos e realize seus projetos de vida!]

Queremos desvendar o economês para deixar você cada vez mais bem informado sobre aplicações, investimentos e tudo que faz parte do universo das finanças pessoais.

Nessa segunda edição, traduzimos quatro expressões do economês, juntas com matérias sobre os assuntos em pauta para você ler e testar seus conhecimentos. [Acompanhe conosco e saiba mais!]

 

TESTE SEU CONHECIMENTO: Consegue perceber a relação direta do IPCA e dos reajustes da economia?

UOL ECONOMIA – Gasolina subiu 21,48% em 12 meses, maior impacto sobre o IPCA do período

“O aumento nos preços dos combustíveis, acompanhando a política de reajustes de preços da Petrobrás, tem pesado na inflação oficial do País nos últimos 12 meses. O grande vilão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) nos últimos 12 meses foi a gasolina, com um aumento nas bombas de 21,48%, o equivalente a 0,81 ponto percentual da taxa de 2,86% acumulada pelo IPCA no período”.

 

TESTE SEU CONHECIMENTO: Entendeu o que é swap?

MONEYTIMES – Dólar bate R$ 3,90; BC anuncia leilão de swap maior e juros disparam

“As preocupações com o ajuste fiscal e com o cenário político voltaram a pressionar o dólar… …A alta fez o Banco Central (BC) anunciar um novo leilão de contratos de swap cambial, que correspondem à venda de dólar futuro, de 40 mil contratos, ou US$ 2 bilhões, a maior oferta extra já feita este ano”.

 

TESTE SEU CONHECIMENTO: Entendeu melhor como funcionam as ações classificadas como overweight?

INFOMONEY – Maior gestora do mundo reforça Brasil como maior ‘overweight’ após forte queda

“A melhor gestora de recursos do mundo aumentou sua aposta na recuperação dos ativos brasileiros depois de um dos piores trimestres nos últimos anos. ‘Continuamos com uma visão positiva sobre o Brasil e adicionamos recentemente às nossas posições, reforçando o Brasil como nosso maior overweight’, disse William Landers, diretor da BlackRock Inc., em Nova York, em entrevista na última sexta-feira”.

 

TESTE SEU CONHECIMENTO: Entendeu o que é blue chip?

VALOR ONLINE – Ibovespa opera em queda com blue chips e exportadoras

“O Ibovespa tem mais uma sessão negativa, operando na contramão dos mercados de câmbio e juros, que tem um dia de alívio generalizado. Os investidores seguem apreensivos com o cenário político local, e o resultado é a continuidade do movimento de correção. As blue chips operam em queda e as exportadoras recuam com força, impactadas pelo recuo da moeda americana”.  

 

CURIOSIDADES:

  • A operação de swap também pode ser chamada de hedge ou cobertura de risco cambial.

  • O termo blue chip foi utilizado pela primeira vez na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE, sigla em inglês) e tem origem no pôquer, onde as fichas azuis (ou blue chips) são as mais valiosas.

  • Cada tipo de ação possui três graus de recomendação, que são os seguintes: COMPRAR (‘buy’, ‘overweight’ ou ‘outperform’); MANTER (‘hold’, ‘neutral’ ou ‘market weight’); VENDER (‘sell’, ‘underweight’ ou ‘underperform’).

  • Ao todo, o IPCA considera as variações de 465 subitens a partir da cobertura de nove categorias de produtos e serviços (alimentação e bebidas; artigos de residência; comunicação; despesas pessoais; educação; habitação; saúde e cuidados pessoais; transportes; vestuário).

Deixe seu comentário